Área técnica do TCU não colocou obstáculos para leilão do pré-sal, diz diretor da ANP

17 de setembro de 2013

Economia



Área técnica do TCU não colocou obstáculos para leilão do pré-sal, diz diretor da ANP
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-09-17/area-tecnica-do-tcu-nao-colocou-obstaculos-para-leilao-do-pre-sal-diz-diretor-da-anp
Sep 17th 2013, 12:44

Vitor Abdala

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro – O diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) Hélder Queiroz, disse hoje (17) que a área técnica do Tribunal de Contas da União (TCU) não colocou obstáculo para a realização do primeiro leilão para a exploração do petróleo do pré-sal sob o contrato de partilha. Toda rodada de licitação tem acompanhamento do TCU, que avalia a regularidade técnica do edital. A decisão para o leilão do pré-sal, no entanto, ainda não foi divulgada.
"A área técnica [do TCU] já se manifestou favoravelmente. Consultamos a área técnica e os ministros do TCU que disseram que, sob o ponto de vista da área técnica, não haveria problema nenhum. O acórdão mesmo ainda não saiu, mas a instrução normativa deles não nos obrigava a esperar [a publicação do acórdão] para publicar nem o edital nem o contrato", disse Queiroz.
Queiroz disse acreditar que o acórdão do TCU seja divulgado antes do leilão, marcado para o dia 21 de outubro. O primeiro leilão sob o contrato de partilha ofertará a área de Libra, na Bacia de Santos, que tem uma estimativa de 8 bilhões a 12 bilhões de barris de petróleo recuperáveis.
As empresas e consórcios têm até amanhã (18) para manifestar interesse e pagar sua taxa de participação no leilão, no valor de R$ 2 milhões. Será vencedora a empresa que reverter o maior percentual do petróleo excedente à União. O percentual mínimo previsto em lei é 41,56%.
O petróleo excedente é o equivalente ao lucro do petróleo, ou seja, já descontados os volumes de petróleo equivalentes aos custos e aos royalties. O consórcio ou empresa vencedora do leilão também terá que se associar à Petrobras, que será a operadora do campo petrolífero, com 30% de participação. A estatal brasileira poderá ainda participar do leilão como licitante, podendo assim aumentar sua participação.
A estatal recém-criada Pré-Sal Petróleo S.A. (PPSA) também participará do consórcio, como gestora dos contratos. O bônus de assinatura (isto é, o equivalente à compra do direito à exploração e produção da área petrolífera) foi definido em R$ 15 bilhões.
Queiroz também disse acreditar que o episódio de espionagem do governo norte-americano à Petrobras, com a possibilidade de roubo de dados referentes a Libra, não coloca em risco o leilão. "Ninguém sabe [o que foi espionado]. Não há nenhum dado materialmente concreto que nos faça repensar [o leilão]. E, do ponto de vista da ANP, nossos dados são públicos. Nós os vendemos para garantir a isonomia às empresas", disse o diretor.
Escolhida a empresa vencedora do leilão, o contrato para a exploração e produção de Libra, que terá a duração de 35 anos, deverá ser assinado em novembro.
Edição: Davi Oliveira
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at http://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
http://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Espalhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Locais
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Carros

Cultura
Famosos
MAXX FM
Música
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2019 © DVRG - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade"

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni