Bancos privados nacionais devem ofertar menos crédito em 2013, prevê Banco Central

27 de setembro de 2013

Economia



Bancos privados nacionais devem ofertar menos crédito em 2013, prevê Banco Central
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-09-27/bancos-privados-nacionais-devem-ofertar-menos-credito-em-2013-preve-banco-central
Sep 27th 2013, 13:39

Kelly Oliveira

Repórter da Agência Brasil
Brasília – Os bancos privados nacionais devem ofertar menos crédito este ano, de acordo com projeção divulgada hoje (27) pelo Banco Central (BC). A estimativa de expansão dos empréstimos dessas instituições caiu de 10% para 6%, este ano. No ano passado, o crescimento ficou em 7%.
Os bancos privados estrangeiros devem apresentar expansão do crédito de 7%, contra a previsão anterior de 8%. No ano passado, houve crescimento de 9,6%.
O chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel, disse não saber as razões específicas para essa redução no ritmo de expansão do crédito de instituições privadas. Segundo ele, a moderação no crédito desses bancos ocorreu a partir do ano passado, principalmente, no segundo semestre.
No caso dos bancos públicos, a projeção do BC passou de 22% para 24%, este ano, com redução do ritmo em relação ao ano passado (27,2%). Os bancos públicos registraram, em agosto, a maior parcela de participação no crédito total do sistema financeiro, 50,7%. No mesmo mês do ano passado, estava em 46%.
Os bancos privados nacionais são responsáveis por 33,8% do crédito, contra 37,3% em agosto de 2012. Os bancos estrangeiros ficaram com 15,5% de participação em agosto, contra 16,8% do mesmo mês do ano passado.
O BC também divulgou a revisão da projeção para o crédito com recursos livres de todo sistema financeiro, que caiu de 11% para 8%, este ano em relação a 2012. Para o crédito com recursos direcionados (empréstimos com regras definidas pelo governo, destinados, basicamente, aos setores habitacional, rural e de infraestrutura), houve aumento na estimativa de 20% para 24%. A previsão para o crédito total foi mantida em 15%. No ano passado, em relação a 2011, a expansão do crédito ficou em 16,2%.
"O crédito vem mostrando moderação ano a ano", disse o chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel. Mas, segundo ele, o crescimento do crédito continua elevado e importante "neste processo de expansão da atividade econômica".
Para o BC, o saldo das operações de crédito deve representar, este ano, 57% de tudo o que o país produz – Produto Interno Bruto. A estimativa anterior era 56%. Em agosto, o saldo das operações de crédito chegou a R$ 2,578 trilhões, o que representa 55,5% do PIB.
Edição: Juliana Andrade // Matéria alterada às 14h30 para acréscimo do quinto parágrafo e para correção de percentual no quarto parágrafo. A participação dos bancos públicos no crédito total do sistema financeiro é 50,7% e não 57%, como estava no texto.
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at http://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
http://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Espalhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário




Explore os canais Ouni

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Carros

Cultura
Famosos
MAXX FM
Música
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade"

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni