Indústria inicia segundo semestre com queda no faturamento, aponta CNI

11 de setembro de 2013

Economia



Indústria inicia segundo semestre com queda no faturamento, aponta CNI
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-09-11/industria-inicia-segundo-semestre-com-queda-no-faturamento-aponta-cni
Sep 11th 2013, 17:38

Stênio Ribeiro

Repórter da Agência Brasil
Brasília - A atividade industrial continuou oscilando no mês de julho, com quedas de 1,5% no faturamento e de 1,7% nas horas trabalhadas, em comparação com o mês anterior, segundo pesquisa Indicadores Industriais divulgada hoje (11) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Houve crescimentos de 0,3% no nível de emprego e de 0,4% na massa salarial, com estabilidade de -0,1% no rendimento médio real e na utilização da capacidade instalada no nível de 82,2%.
No acumulado de janeiro a julho, porém, o comportamento da indústria de transformação foi melhor que em igual período do ano passado. Houve crescimento moderados nos cinco indicadores da pesquisa, de acordo com o gerente executivo de Política Econômica da CNI, Flávio Castelo Branco. Ele disse que o faturamento real nos sete primeiros meses cresceu 5,2%, a massa salarial aumentou 1,8%, o rendimento médio real melhorou 1,3%, o emprego avançou 0,5% e as horas trabalhadas subiram 0,2%.
O economista Marcelo de Ávila, também da CNI, acrescentou que a oscilação da atividade ao longo de 2013 "evidencia que a indústria ainda não entrou em uma trajetória contínua de expansão". Ressaltou, contudo, que os dados de julho cresceram na comparação com julho do ano passado, "sinalizando um resultado melhor para a indústria de transformação do que no ano anterior", quando o setor caiu 2,5%, em relação a 2011.
Castelo Branco acredita que, apesar das oscilações da atividade industrial, "deveremos ter em 2013, se não um ano bom, ao menos um bem melhor do que foi em 2012". Segundo ele, a alta da taxa básica de juros (Selic) influencia negativamente a atividade, mas fatores positivos, como a desvalorização cambial e a melhora do humor de empresários e consumidores – depois da onda de manifestações, que retraiu investimentos e consumo – podem contribuir para uma reação da produção no último trimestre do ano.
Os indicadores industriais de julho mostram crescimento na maioria dos 21 setores pesquisados, comparados ao mesmo mês de 2012. Destaque para o faturamento, que melhorou em 17 setores, a começar por produtos diversos (20,9%), máquinas e equipamentos (18,1%), madeira (16%), máquinas e materiais elétricos (15,5%), têxteis (13,5%) e metalurgia (13,1%). Queda acentuada, contudo, na comercialização de bebidas (-27,3%), móveis (-5,3%), impressão e reprodução (-5,1%) e derivados de petróleo e biocombustíveis (-4,1%).
Edição: Davi Oliveira
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at http://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
http://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Espalhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Locais
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Carros

Cultura
Famosos
MAXX FM
Música
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2019 © DVRG - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade"

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni