Custo de vida em São Paulo aumenta 0,24% em setembro

4 de outubro de 2013

Economia



Custo de vida em São Paulo aumenta 0,24% em setembro
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-04/custo-de-vida-em-sao-paulo-aumenta-024-em-setembro
Oct 4th 2013, 16:30

Bruno Bocchini

Repórter da Agência Brasil

São Paulo – O custo de vida na capital paulista subiu 0,24% em setembro, informou hoje (4) o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). A taxa é superior à variação registrada em agosto (0,09%).
Segundo o Dieese, o grupo saúde (1,42%) teve a maior alta no índice geral, com destaque para assistência médica (1,73%), seguros e convênios (2,07%), e consultas médicas (0,30%), seguido da habitação (0,17%). Os grupos transporte (-0,06%) e equipamentos domésticos (-0,21%)ficaram com os maiores recuos.
No item habitação, houve aumento de 0,17%, por causa da alta de 0,23% em locação, impostos e condomínio, de 0,11%, em operação do domicílio e de 0,25%, nas despesas com conservação do domicílio. O grupo alimentação manteve-se estável, com variação de apenas 0,01%. O grupo transporte registrou taxa negativa de 0,06%, resultado da queda no preço dos combustíveis (-0,25%): gasolina (-0,15%) e álcool (-0,56%).
Nos últimos 12 meses (de outubro de 2012 a setembro de 2013), o Índice do Custo de Vida (ICV) acumula taxa de 6,34%. No acumulado de 2013, a inflação no ICV está em 4,44%. Variações superiores à média geral foram detectadas em saúde (11,61%), despesas pessoais (8,86%) e educação e leitura (6,72%). Aumentos menores foram constatados nos grupos habitação (2,49%), transporte (1,26%), vestuário (0,74%) e recreação (0,69%). Apenas o grupo equipamento doméstico (-1,59%) teve retração.
Neste ano, os subgrupos da saúde (que acumula alta de 11,61%) que mais aumentaram foram assistência médica (13,02%) e medicamentos e produtos farmacêuticos (5,64%). O grupo referente às despesas pessoais (8,86%) teve alta acentuada, devido, principalmente, ao subgrupo fumo e acessórios (15,77%).
Já a elevação apurada em educação e leitura (6,72%) é consequência, principalmente, do aumento ocorrido em janeiro nas mensalidades escolares. A alta acumulada no grupo alimentação é 3,86%: o maior aumento no ano foi registrado no subgrupo alimentação fora do domicílio (6,95%), na indústria da alimentação (3,95%), e nos produtos in natura e semielaborados, 2,33%.
Edição: Nádia Franco
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir a matéria, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at http://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
http://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Espalhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário




Explore os canais Ouni

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Carros

Cultura
Famosos
MAXX FM
Música
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade"

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni