Representantes de 140 países assinam convenção para reduzir emissões de mercúrio

10 de outubro de 2013

Economia



Representantes de 140 países assinam convenção para reduzir emissões de mercúrio
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-10/representantes-de-140-paises-assinam-convencao-para-reduzir-emissoes-de-mercurio
Oct 10th 2013, 13:27

Pedro Peduzzi*

Repórter da Agência Brasil
Brasília - Representantes de cerca de 140 países assinaram hoje (10) no Japão uma convenção sobre o uso e as emissões de mercúrio. A Convenção Minamata adotou esse nome em homenagem à cidade japonesa vítima do pior envenenamento já registrado pelo metal tóxico. O tratado foi assinado em reunião organizada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em Kumamoto, cidade localizada nas proximidades de Minamata.
O acordo, que já está aberto para ratificação dos Estados-Membros, pretende reduzir os níveis mundiais de emissões de mercúrio, bem como a produção e a utilização do metal, principalmente em processos industriais. Quanto for ratificado por 50 Estados, o tratado entra em vigor. A previsão, segundo os organizadores da conferência em que o documento foi assinado, é que isso deverá ocorrer em três ou quatro anos.
"É preciso que muitos países em desenvolvimento ratifiquem esse tratado para que entre em vigor o mais cedo possível", disse o ministro japonês do Ambiente, Nobuteru Ishihara.
O mercúrio é um metal pesado muito tóxico para os seres vivos. Uma exposição muito forte a ele enfraquece o sistema imunológico e pode causar problemas como perturbações psicológicas ou digestivas, perda de dentes, e problemas cardiovasculares ou respiratórios.
A convenção prevê que, em 2020, produtos com mercúrio, como os termômetros, tenham desaparecido, e dá prazo de 15 anos para que os Estados Unidos deixem de usar mercúrio nas atividades mineiras.
Segundo o Programa das Nações Unidas para o Ambiente (Pnuma), a quantidade de mercúrio presente nos primeiros 100 metros de profundidade dos oceanos, provenientes das emissões ligadas à atividade, duplicou nos últimos 100 anos. A concentração nas águas mais profundas aumentou 25%.
*Com informações da Agência Lusa // Edição: Juliana Andade



You are receiving this email because you subscribed to this feed at http://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
http://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Espalhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário




Explore os canais Ouni

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Carros

Cultura
Famosos
MAXX FM
Música
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade"

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni