Feira renegocia dívidas até sábado para limpar nome de consumidores

5 de novembro de 2013

Economia



Feira renegocia dívidas até sábado para limpar nome de consumidores
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-05/feira-renegocia-dividas-ate-sabado-para-limpar-nome-de-consumidores
Nov 5th 2013, 12:42

Vinícius Lisboa

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro - Até sábado (9), consumidores podem renegociar duas dívidas com credores na Feira Limpa Nome, no Centro de Convenções Sul América, no centro do Rio. Organizado pela Serasa Experian, o evento fica aberto das 8h às 18h e conta com estandes da Caixa Econômica Federal, do Banco Pan, Santander, HSBC, da Losango, Recovery, DiSantini e Leader, com as quais é possível fechar acordos com descontos para pagamento à vista ou a prazo, além de aumentar o número de parcelas para equilibrar o orçamento.
A superintendente de Serviços ao Consumidor, Maria Zanforlin, explicou que entre as vantagens do evento estão a possibilidade de renegociar mais de uma dívida no mesmo local e a chance de ter condições especiais de pagamento. Em um dos estandes, os consumidores também podem fazer uma consulta gratuita de seus CPFs no banco de dados: "Acontece de algumas pessoas mudarem de endereço e não receberem notificações de cobrança ou de serem vítimas de fraudes e acabarem não sabendo que estão endividadas".
O perfil dos consumidores que procuram a feira, segundo a superintendente, é variado, e envolve principalmente a população até 45 anos. Uma pesquisa feita em edições do feirão no ano passado, em Curitiba, São Paulo e no Rio de Janeiro, apontou que, em média, as pessoas que foram ao evento tinham quatro dívidas que somavam R$ 12 mil. Maria Zanforlin recomenda que os endividados já cheguem ao estande com uma proposta de acordo: "É bom fazer um balanço de qual é o acordo que se quer, se é um desconto para pagar com o décimo terceiro ou aumentar o número de meses para pagar uma parcela menor. As empresas estão bem abertas".
Diretor da companhia de cobrança Recovery do Brasil, André Calabró sugere o fim do ano como uma boa época para regularizar pendências: "É um momento em que entra mais dinheiro com o décimo terceiro e em que queremos ter o nome limpo para comprar à prestação. A partir do momento em que é paga a primeira parcela do acordo, o nome é limpo em até 72 horas". Os descontos, segundo ele, variam caso a caso e levam em consideração condições como o valor, a renda e o tempo da dívida. "As pessoas chegam com vontade de pagar", garante.
Priscila Souza, de 24 anos, foi ao feirão com a mãe, na manhã de hoje (5), para quitar uma dívida que começou com R$ 60 no ano passado e aumentou para R$ 200, com a cobrança de juros do cartão de crédito. Com o acordo em mãos, ela comemora ter conseguido reduzir o débito para o valor original: "As faturas não chegavam lá em casa e eu fui deixando. Quando vi, estava com o nome sujo e devendo muito mais", diz a diarista.
A mãe dela, Maria Elaine Souza, de 48 anos, acabou não fechando acordo porque foi ao feirão acreditando que qualquer dívida poderia ser renegociada, e não apenas os débitos com as empresas participantes. "Vou ter que ir de loja em loja", queixou-se.
A costureira Tereza Ribeira, de 54 anos, renegociou a dívida com o cartão de crédito, mas não saiu satisfeita: "O desconto que me deram foi só 30%. Parcelei em 36 meses, vamos ver se consigo pagar". O psicólogo Miguel Alves foi ao evento para renegociar uma dívida e descobriu outra ao fazer a consulta do CPF na Serasa. Com o décimo terceiro, vai quitar as duas no mês que vem.
Para não se endividar, Maria Zanforlin faz as seguintes recomendações: juntar dinheiro e pagar à vista é melhor do que assumir prestações. "Muitas vezes, a gente faz um financiamento que cabe no bolso, mas somando todas, fica pesado. A recomendação é fazer um levantamento do que é necessário e urgente para comprar a prazo, e o que pode esperar para pagar à vista", disse ela, que aconselha não comprometer mais do que 30% do orçamento familiar com prestações: "É preciso ter uma reserva. E se você precisar comprar um remédio mais caro ou um material escolar?".
O feirão será realizado em São Paulo, de 19 a 23 de novembro, das 8h às 18h, no estacionamento do Mais Shopping, ao lado do Terminal Santo Amaro. No local, haverá estandes da Caixa Econômica Federal, do Santander, do Banco Pan, do HSBC/Losango, da Eletropaulo, das Pernambucanas, da Recovery, das Casas Bahia e da Cred System. Consumidores de outras partes do país podem ter acesso ao feirão online 24 horas no site serasaconsumidor.com.br. A versão online conta com 90 empresas de diferentes setores.
Edição: Graça Adjuto
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Espalhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário




Explore os canais Ouni

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Carros

Cultura
Famosos
MAXX FM
Música
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade"

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni