Amazonas vai receber R$ 14,9 milhões do Fundo Amazônia para projetos de agroecologia

12 de dezembro de 2013

Economia



Amazonas vai receber R$ 14,9 milhões do Fundo Amazônia para projetos de agroecologia
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-12/amazonas-vai-receber-r-149-milhoes-do-fundo-amazonia-para-projetos-de-agroecologia
Dec 12th 2013, 17:38


Alana Gandra

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro – Projetos de agroecologia do estado do Amazonas, entre eles o de incentivo da agricultura indígena, o de revitalização do sistema de produção da borracha e o de beneficiamento da castanha, receberão recursos não reembolsáveis de R$ 14,9 milhões oriundos do Fundo Amazônia. O fundo é gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Social e Econômico (BNDES).
O contrato foi firmado hoje (12), no Rio de Janeiro, pelo diretor da área de Meio Ambiente do BNDES, Guilherme Lacerda, e pelo titular da Secretaria de Estado da Produção Rural do Amazonas (Sepror), Eron Bezerra. Ele informou que o financiamento permitirá o desenvolvimento de uma política de agroecologia no estado.
Segundo Bezerra, essa política se baseia em três linhas essenciais. Uma delas é a agricultura indígena, "que é uma experiência inédita no Brasil". As outras linhas abrangem a revitalização do sistema de produção da borracha, ou a retomada da exploração de seringais nativos, e o beneficiamento da castanha, "para agregar valor e verticalizar a produção".
O secretário ressaltou que serão atendidos pelos projetos 41 municípios. "É quase o estado inteiro, que tem 62 municípios", disse. De acordo com o BNDES, a operação contempla área de 1.165.259 quilômetros quadrados, ou o equivalente a 75% do estado.
Os projetos, segundo ele, terão atuação simultânea e deverão começar a ser implantados já em janeiro de 2014. Bezerra declarou ainda que serão mobilizados 4 mil seringueiros. Na agricultura indígena, a ênfase será para a agroecologia. Serão contratados técnicos das próprias comunidades e construídas 25 casas de farinha semi-mecanizadas.



"São pequenas agroindústrias para beneficiamento da mandioca, que é uma cultura tradicional das populações indígenas. E vamos construir uma agroindústria de castanha no município de Tefé, a cidade de maior produção de castanha no estado e que nunca teve uma fábrica de beneficiamento do produto", ressaltou.
O BNDES informou, por meio da assessoria de imprensa, que o projeto contribuirá para a promoção de atividades produtivas sustentáveis como alternativa para a manutenção da "floresta em pé", beneficiando o público-alvo prioritário do Fundo Amazônia, que são os povos indígenas e extrativistas. De acordo com o banco, a iniciativa atende às diretrizes da Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais (PNPCT).
O Fundo Amazônia foi criado pelo governo federal em 2008 e é composto de doações financeiras que são aplicadas pelo BNDES em projetos de combate ao desmatamento, promoção da preservação e do uso sustentável das florestas da região. Desde a sua criação, foram aprovados 48 projetos, que totalizam desembolsos de R$ 763 milhões.

Edição: Aécio Amado
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Espalhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário




Explore os canais Ouni

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Carros

Cultura
Famosos
MAXX FM
Música
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade"

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni