Conselho Monetário estende prazo para estados pegarem financiamentos do BNDES

13 de dezembro de 2013

Economia



Conselho Monetário estende prazo para estados pegarem financiamentos do BNDES
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-13/conselho-monetario-estende-prazo-para-estados-pegarem-financiamentos-do-bndes
Dec 13th 2013, 18:45


Wellton Máximo

Repórter da Agência Brasil
Brasília – Os estados e o Distrito Federal terão até o fim do ano para contraírem empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a fim de financiar obras públicas e compra de máquinas. O Conselho Monetário Nacional (CMN) prorrogou até 31 de dezembro o prazo de contratação de operações do Proinveste.
O prazo para contrair empréstimos da linha especial de crédito tinha acabado em 30 de setembro. Em nota, o Ministério da Fazenda informou que a reabertura ocorreu para que os contratos que estavam em fase final de análise, em setembro, pudessem ser firmados antes do fim do ano.
Criado em 2012 para estimular a economia, o Proinveste empresta R$ 20 bilhões com recursos do BNDES para financiar investimentos dos governos estaduais e do Distrito Federal. O programa permite o financiamento de máquinas e equipamentos, a execução de obras públicas e até a amortização das dívidas desses entes contraídas a partir do ano passado.
Os empréstimos têm prazo de 20 anos, sendo que a primeira parcela pode ser paga até dois anos depois da assinatura do contrato. As operações são feitas tanto diretamente pelo BNDES como pelo Banco do Brasil e pela Caixa Econômica Federal, que emprestam os recursos de forma indireta. Os juros dos financiamentos equivalem à taxa de juros de longo prazo (TJLP), atualmente em 5% ao ano, mais 1,1 ou 2,1 pontos percentuais ao ano, dependendo de haver garantia da União na contratação.
Na reunião extraordinária desta sexta-feira (13), o CMN também aprovou o remanejamento de recursos do Programa de Sustentação do Investimento (PSI). Com recursos do BNDES, o programa foi criado em 2009 e financia a compra de bens de capital (máquinas e equipamentos usados na produção), exportações e investimentos em pesquisa e inovação.
A linha de crédito para o Subprograma Ônibus e Caminhões, que financia a compra desses veículos, desde que usados no processo produtivo, teve o orçamento reforçado em R$ 1,6 bilhão, de R$ 90,3 bilhões para R$ 91,9 bilhões. A maior parte do dinheiro veio da redução dos recursos dos subprogramas Peças, Partes e Componentes, que ficou com R$ 350 milhões a menos, Tecnologia Nacional (R$ 300 milhões) e Máquinas e Equipamentos Eficientes (R$ 258 milhões).
Tiveram ainda o orçamento reduzido os subprogramas Procaminhoneiro (R$ 250 milhões), Exportação de Bens de Consumo (R$ 214 milhões), Inovação Tecnológica (R$ 186 milhões) e Capital Inovador (R$ 42 milhões). Periodicamente, o CMN remaneja os recursos dos subprogramas do PSI conforme a demanda pelas linhas de crédito.

Edição: Aécio Amado
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Espalhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário




Explore os canais Ouni

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Carros

Cultura
Famosos
MAXX FM
Música
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade"

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni