Dilma diz que concessões do pré-sal mostram o país aberto ao investimento privado

2 de dezembro de 2013

Economia



Dilma diz que concessões do pré-sal mostram o país aberto ao investimento privado
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-02/dilma-diz-que-concessoes-do-pre-sal-mostram-pais-aberto-ao-investimento-privado
Dec 2nd 2013, 13:44

Danilo Macedo e Pedro Peduzzi

Repórteres da Agência Brasil
Brasília - A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (2), durante a assinatura do primeiro contrato para partilha e exploração do pré-sal – relativo ao bloco de Libra, que o negócio é a prova da abertura e atratividade do país aos investidores privados. A cerimônia no Palácio do Planalto contou com a presença de vários ministros e presidentes das empresas participantes do consórcio vencedor.
"O Brasil dá claramente um sinal efetivo, concreto e inequívoco de que está aberto ao investimento privado, nacional ou estrangeiro. Essa solenidade atesta, mais uma vez, o sucesso das parcerias que o meu governo tem firmado com a iniciativa privada, parcerias que vão além do petróleo e do pré-sal", disse Dilma, se referindo também às concessões que o governo vem fazendo nos setores rodoviário, ferroviário, portuário e aeroportuário.
A exploração do pré-sal no bloco de Libra será feita pelo consórcio formado pelas empresas Petrobras (40%), Shell (20%), Total (20%), CNPC (10%) e Cnooc (10%). O critério que definiu o primeiro colocado na licitação foi o excedente em óleo oferecido pelo consórcio, que ficou em 41,65%.
Esta será a primeira experiência do Brasil no regime de partilha da produção. De acordo com a Agência Nacional de Petróleo, Gás Nacional e Biocombustíveis, Libra poderá gerar cerca de R$ 300 bilhões em royalties ao longo de 30 anos de produção. Do total, 75% serão aplicados na educação e 25% na saúde.
A presidenta ressaltou os benefícios que a exploração do pré-sal devem trazer ao país, como o desenvolvimento da indústria nacional, que deve ser a fabricante da maior parte dos equipamentos utilizados pelo consórcio na extração de petróleo. Segundo ela, no entanto, o maior impacto será no aumento dos investimentos em saúde e educação.
"Me entusiasma, em especial, a oportunidade que temos de transformar os recursos da exploração do petróleo do pré-sal, mas também do pós-sal, uma riqueza finita, em um patrimônio extraordinário para o Brasil: educação de qualidade. Nós vamos dar o salto necessário para acelerar a nossa trajetória rumo à economia do conhecimento", disse.
Quando à forma como os recursos serão utilizados na área de educação, Dilma voltou a dizer que o Estado precisa valorizar os professores, aumentando salários e capacitação; ampliar o acesso à creche e pré-escola, garantir educação na idade certa. Precisa expandir o acesso ao ensino universitário e financiar o estudo de estudantes brasileiros no exterior.

Edição: Beto Coura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Espalhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário




Explore os canais Ouni

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Carros

Cultura
Famosos
MAXX FM
Música
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade"

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni