Fórum econômico discute formas de expandir intercâmbio comercial entre Brasil e países árabes

4 de dezembro de 2013

Economia



Fórum econômico discute formas de expandir intercâmbio comercial entre Brasil e países árabes
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-04/forum-economico-discute-formas-de-expandir-intercambio-comercial-entre-brasil-e-paises-arabes
Dec 4th 2013, 16:05

Carolina Sarres

Repórter da Agência Brasil
Brasília – O intercâmbio comercial, os investimentos e o turismo entre o Brasil e os países árabes foram discutidos hoje (4) em um fórum econômico entre as partes. O objetivo é fomentar o contato entre os países, superar obstáculos do relacionamento bilateral, diversificar parcerias, explorar novas áreas de atuação e manter contatos para investimentos. No ano passado, o comércio entre o Brasil e os países árabes movimentou aproximadamente R$ 26 bilhões.
Somados, os 23 países do grupo representam a quarta maior parceria comercial do Brasil. Na Ásia, fazem parte do grupo Arábia Saudita, Bahrein, Catar, Emirados Árabes, Iêmen, Iraque, Jordânia, Kwait, Líbano, Omã, Palestina e Síria e, na África, Argélia, Djibuti, Egito, Ilhas Comores, Líbia, Marrocos, Mauritânia, Somália, Sudão e Tunísia. O superávit da conta é brasileiro, com R$ 14,7 bilhões em exportações, sobretudo de carnes, minérios e açúcar. O Brasil compra desses países derivados de petróleo, em especial, combustíveis, além de adubos e fertilizantes.
O fluxo de produtos e de investimentos entre o Brasil e os países árabes cresceu em ritmo mais acelerado do que o comércio brasileiro com o exterior em geral. Em 2001, o fluxo comercial entre o Brasil e os países árabes ficou em torno de R$ 13,9 bilhões – quase 36% menos do que o montante atual.
Essa dinâmica, segundo o especialista em negociações internacionais da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Fabrizio Panzini, é uma evidência da diversificação das parcerias de ambas as partes e do potencial dos mercados envolvidos. Para ele, uma das áreas em que há muito potencial é a de produtos alimentícios, na qual pode ser agregado valor em alimentos processados. Outra fronteira de expansão são os investimentos, disse Panzini.
O especialista ressalta que a pauta comercial é reflexo da estrutura econômica dos países e diz que é mais difícil haver diversificação no curto prazo. "Os fundos soberanos desses países têm enorme volume de recursos e é interesse deles investir no Brasil. Hoje, a maioria dos investimentos é nos setores financeiro e imobiliário", acrescentou. Segundo Panzini, os árabes podem ficar entre os cinco maiores investidores no país.
O gerente de Exportação para o Oriente Médio do Grupo JBS Friboi, Rada Saleh, considera o Norte da África área chave para as exportações de carne brasileira – um dos principais produtos da pauta comercial entre o Brasil e esta região. Saleh informou que, de janeiro a setembro, as exportações da empresa já tinham superarado em 23% todo o montante exportado no ano passado. Desse total, 9% foram para os países do Norte da África; como a Argélia, o Egito e a Tunísia.
No sentido contrário, o Brasil investe nesses países no ramo bancário, com a abertura de filiais dos maiores bancos brasileiros (Itaú e Banco do Brasil) e na construção civil. "Temos muito espaço ainda para explorar. Espero que possamos avançar com esse diálogo", disse o subsecretário-geral Político doMinistério das Relações Exteriores, Paulo Cordeiro.
De acordo com o secretário-geral da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, Michel Alaby, um dos principais entraves aos exportadores no Brasil é a concessão de visto aos empresários. Para ele, a facilitação dos trâmites desburocratizaria o comércio. Outra dificuldade, apontada pelo representantes do setor privado, Rada Saleh, são as barreiras sanitárias impostas pelos países importadores, que demoram a ser resolvidas.
"Precisamos facilitar a certificação dos produtos. Temos de encontrar formas de solucionar complicações em exportação, que oneram o produtor", explicou o presidente da União Brasileira de Avicultura (Ubabef), o ex-ministro da Agricultura Francisco Turra.
Edição: Nádia Franco
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Espalhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário




Explore os canais Ouni

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Carros

Cultura
Famosos
MAXX FM
Música
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade"

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni