Inflação dos serviços acumula em 12 meses taxa 2,78 pontos percentuais maior que o IPCA

6 de dezembro de 2013

Economia



Inflação dos serviços acumula em 12 meses taxa 2,78 pontos percentuais maior que o IPCA
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-06/inflacao-dos-servicos-acumula-em-12-meses-taxa-278-pontos-percentuais-maior-que-ipca
Dec 6th 2013, 13:45

Vinícius Lisboa

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro- O índice dos serviços voltou a ficar acima da inflação geral: alcançou 0,65% contra 0,54% do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O resultado fez com que o acumulado dos últimos doze meses superasse em 2,78 pontos percentuais a taxa global, já que foi de 8,55% contra 5,77%.
O IPCA/IBGE verifica as variações dos custos com os gastos das pessoas que ganham de um a quarenta salários mínimos nas regiões metropolitanas de Belém, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo e município de Goiânia.
Destacaram-se, nos serviços, os aumentos das passagens aéreas, que saltaram de uma deflação de -1,96% em outubro para uma inflação de 6,52% em novembro, em decorrência do salto de -2,11% para 2,35% na procura por excursões e por viagens nos períodos de feriados.
Outros aumentos de mais de um ponto percentual foram registrados nas despesas com mudança (de -1,61% para 0,40%), lubrificação e lavagem de veículos (de -0,70% para 0,61%), aluguel de veículo (de -1,05% para 0,51%), cinema (de -0,66% para 0,97%), boate e danceteria (de -1,12% para 0,23%) e telefone celular (de 0,17% para 1,41%).
Nos últimos doze meses, oito grupos acumulam inflação superior a 10%. Entre eles estão os alugueis residenciais, 11,77%; médico, 11,73%; hotel, 12,02%; e estacionamento, 12,32%.
Já os itens que têm reajustes monitorados e não compõem o índice de serviços, como gasolina, transporte público e energia elétrica, ficaram abaixo do índice geral, com 0,48% em novembro. Esse grupo acumula uma taxa de 0,96% nos últimos doze meses, devido à queda nas tarifas de energia elétrica, que gerou uma deflação de 14,87% no item energia elétrica residencial. A inflação de apenas 0,02% em doze meses das passagens de ônibus e o índice zerado para os trens no período também puxam a taxa para baixo nos últimos doze meses.
Em novembro, a gasolina já registrou aumento da inflação de 0,01% para 0,63%, apesar de ainda não ter incidido o reajuste dos combustíveis. O aumento de 4% no preço da gasolina e de 8% no do diesel começou a valer em 30 de novembro, mas, de acordo com a coordenadora de Índice de Preços do IBGE, Eulina Nunes, alguns postos se anteciparam cortando descontos e promoções antes da divulgação feita pela Petrobras no dia 29.

Edição: José Romildo

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir o material é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Espalhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário




Explore os canais Ouni

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Carros

Cultura
Famosos
MAXX FM
Música
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade"

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni