Projeção para IPCA cai pela terceira semana seguida

2 de dezembro de 2013

Economia



Projeção para IPCA cai pela terceira semana seguida
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-02/projecao-para-ipca-cai-pela-terceira-semana-seguida
Dec 2nd 2013, 08:51

Kelly Oliveira

Repórter da Agência Brasil
Brasília – A projeção de instituições financeiras para a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), este ano, caiu pela terceira semana seguida. Desta vez, houve leve redução, de 5,82% para 5,81%. Há quatro semanas, a estimativa estava em 5,85%, acima do resultado do ano passado (5,84%).
Para 2014, a estimativa foi mantida em 5,92%. As estimativas são de pesquisa feita pelo Banco Central (BC), o boletim Focus, divulgado semanalmente. O BC consulta instituições financeiras sobre os principais indicadores econômicos.
As projeções para a inflação estão distantes do centro da meta de 4,5%, mas abaixo do limite superior de 6,5%. É função do BC fazer com que a inflação convirja para o centro da meta.
Um dos instrumentos usados pelo BC para influenciar a atividade econômica e, por consequência, a inflação, é a taxa básica de juros, a Selic. Neste ano, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC elevou a Selic seis vezes seguidas. Na última reunião de 2013, a Selic foi elevada em 0,5 ponto percentual para 10% ao ano. Para o final de 2014, o mercado continua esperando que a Selic esteja em 10,5% ao ano.
A pesquisa do BC também traz a mediana das expectativas para a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe), que segue em 3,97%, este ano, e em 5,40%, em 2014.
A projeção para o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) foi alterada de 5,45% para 5,41%, este ano, e segue em 6% em 2014. Para o Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M), as projeções foram ajustadas de 5,55% para 5,41%, este ano, e de 6% para 5,98% no próximo ano.
A estimativa para os preços administrados foi mantida em 1,50%, em 2013, e segue em 3,80%, no próximo ano. Os preços administrados são aqueles cobrados por serviços monitorados, como combustíveis, energia elétrica, telefonia, medicamentos, água, educação, saneamento e transporte urbano coletivo.
Edição: José Romildo

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Espalhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário




Explore os canais Ouni

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Carros

Cultura
Famosos
MAXX FM
Música
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade"

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni