Governo padroniza regras para venda de garantia estendida de produtos

24 de outubro de 2013

Economia



Governo padroniza regras para venda de garantia estendida de produtos
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-24/governo-padroniza-regras-para-venda-de-garantia-estendida-de-produtos
Oct 24th 2013, 22:09


Wellton Máximo

Repórter da Agência Brasil
Brasília – As lojas não poderão mais fazer venda casada da garantia estendida de produtos, decidiu hoje (24) o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP). O órgão, vinculado ao Ministério da Fazenda, regulamentou as regras para o oferecimento do serviço, que funciona como um seguro adicional usado principalmente no comércio de eletrodomésticos.
O conselho também exigiu que o comércio ponha à disposição um representante das seguradoras para explicar aos clientes a garantia estendida no ato da venda. O cliente terá ainda uma semana para desistir do serviço e fazer o cancelamento sem custos. Além disso, as lojas estão proibidas de vincular descontos nos produtos à aquisição desse tipo de garantia.
Caso descumpram as regras, as seguradoras que oferecem a garantia estendida pagarão multa que variará de R$ 10 mil a R$ 500 mil. De acordo com a Superintendência de Seguros Privados (Susep), as medidas valerão a partir da publicação no Diário Oficial da União, que deve ocorrer na próxima semana, mas as seguradoras terão até 180 dias para se adaptar às novas normas.
A garantia estendida representa um seguro que o comprador contrata no momento da compra de bens duráveis que permite consertos e até a troca do produto em prazo maior que a garantia oferecida pelo fabricante. Atualmente, o serviço é oferecido não apenas no comércio tradicional, mas também nas páginas das lojas na internet.

Edição: Aécio Amado
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Agricultores já contrataram R$ 38,6 bilhões da safra 2013/2014

Economia



Agricultores já contrataram R$ 38,6 bilhões da safra 2013/2014
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-24/agricultores-ja-contrataram-r-386-bilhoes-da-safra-20132014
Oct 24th 2013, 18:57

Stênio Ribeiro

Repórter da Agência Brasil
Brasília – Produtores rurais de todo o país contrataram R$ 38,6 bilhões em financiamentos no período de julho a setembro deste ano, primeiro trimestre do ano agrícola 2013/2014. O valor equivale a 28,38% dos R$ 136 bilhões disponibilizados no Plano Agrícola e Pecuário 2013/2014, informou hoje (24) o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Neri Geller.
O dinheiro contratado representa aumento de 43,9% em relação aos R$ 26,8 bilhões tomados em igual período do ano passado. Os empresários do setor financiaram R$ 30,2 bilhões nas modalidades de custeio e comercialização, e R$ 8,3 bilhões se destinam a investimentos.
Neri Geller diz que, tão importante quanto dispor dos recursos, para o produtor, é saber que o dinheiro está chegando à ponta. "Ressalto ainda a importância do decreto oficializado este mês em Mato Grosso, que dispensa o licenciamento ambiental para implantação e operação de armazéns, silos, equipamentos de secagem e beneficiamento de produtos agrícolas em propriedades rurais", acrescentou.
Entre as ações referentes a investimentos está o Programa de Sustentação de Investimento, que financia máquinas e equipamentos agrícolas, com operações de R$ 2,9 bilhões, ou 58% mais do que no mesmo período de 2012. Nas linhas de crédito para custeio e comercialização, o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) contratou R$ 2,95 bilhões, ou 31,2% mais do que no período de julho a setembro do ano passado.

Edição: Juliana Andrade
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Segundo leilão de energia da EPE bate recorde de inscrições e de capacidade instalada

Economia



Segundo leilão de energia da EPE bate recorde de inscrições e de capacidade instalada
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-24/segundo-leilao-de-energia-da-epe-bate-recorde-de-inscricoes-e-de-capacidade-instalada
Oct 24th 2013, 19:49

Paulo Virgilio

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro – O segundo leilão de energia deste ano da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), marcado para 13 de dezembro, teve 929 projetos inscritos. O objetivo é contratar eletricidade para abastecer o mercado consumidor do país em 2018. De acordo com nota divulgada hoje (24) pela EPE, é o maior número de empreendimentos cadastrados para leilões de energia desde 2005, quando o governo federal começou a realizá-los para a contratação de energia elétrica.
A capacidade instalada dos projetos inscritos também é recorde, totalizando 35.067 megawatts (MW). A exemplo dos leilões anteriores da EPE, a energia eólica foi a que teve maior oferta de projetos e de capacidade de geração: 670, num total de 16.420 MW. Em segundo lugar, estão os empreendimentos de geração solar fotovoltaica, com 152 projetos e 3.601 MW de capacidade.
"Essa grande oferta potencial nos traz tranquilidade, ao assegurar um volume de projetos mais do que suficiente para atender à demanda de energia elétrica em 2018", disse o presidente da EPE, Mauricio Tolmasquim. Para ele, o leilão de dezembro será o que despertará mais interesse de investidores nacionais e internacionais.
Foram inscritos ainda para o leilão 110 projetos de energia solar heliotérmica, 11 de hidrelétricas, 40 de pequenas centrais hidrelétricas e 46 de termelétricas.
Edição: Nádia Franco
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Novo bônus da República foi emitido no valor de US$ 3,25 bilhões e paga juros de 4,25% ao ano

Economia



Novo bônus da República foi emitido no valor de US$ 3,25 bilhões e paga juros de 4,25% ao ano
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-24/novo-bonus-da-republica-foi-emitido-no-valor-de-us-325-bilhoes-e-paga-juros-de-425-ao-ano
Oct 24th 2013, 17:45



Stênio Ribeiro

Repórter da Agência Brasil
Brasília – O Tesouro Nacional divulgou hoje (24) que o novo bônus da República, anunciado na véspera com o nome Global 2025, foi emitido no valor de US$ 3,25 bilhões, dos quais US$ 3,2 bilhões foram captados nos mercados europeu e norte-americano e US$ 50 milhões no mercado asiático.
Com vencimento em 7 de janeiro de 2025, o novo título paga cupom de 4,25% de juros ao ano, com spread (diferença entre o que é pago na captação e o que é cobrado no empréstimo) de 180 pontos-base acima da treasury (título do tesouro norte-americano).
De acordo com o aviso do Tesouro sobre a operação de gerenciamento da captação em dólares, a emissão foi liderada pelos bancos Bradesco, Deutsche Bank e HSBC, e o Global 2025 foi colocado no mercado ao preço de 99,521% do valor de face e taxa de retorno para o investidor de 4,305% ao ano.
Do total da emissão, US$ 1,55 bilhão serão pagos em dinheiro na liquidação, e os remanescentes US$ 1,7 bilhão em títulos antigos. O comunicado do Tesouro diz que adicionalmente foram recomprados US$ 500 milhões de papéis antigos, que serão liquidados mediante pagamento em dinheiro.
A liquidação financeira da captação ocorrerá sexta-feira da semana que vem (1º de novembro), e os cupons serão pagos nos dias 7 de janeiro e 7 de julho de cada ano.

Edição: Aécio Amado
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Mantega: relatório do FMI que critica política fiscal brasileira está equivocado e é incoerente

Economia



Mantega: relatório do FMI que critica política fiscal brasileira está equivocado e é incoerente
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-24/mantega-relatorio-do-fmi-que-critica-politica-fiscal-brasileira-esta-equivocado-e-e-incoerente
Oct 24th 2013, 16:10

Wellton Máximo

Repórter da Agência Brasil
Brasília – O relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI) que critica o aumento de gastos do governo brasileiro nos últimos anos está equivocado e é incoerente, disse hoje (24) o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Segundo ele, a metodologia para avaliar a dívida bruta do país está errada, o que leva o organismo internacional a superestimar o impacto dos gastos sobre as contas públicas.
O ministro questionou as ressalvas do FMI em relação à política fiscal brasileira. Segundo o ministro, as reduções de impostos e os aumentos de gastos contribuíram para manter a atividade econômica em meio à crise internacional e o relatório contradiz recomendações do próprio Fundo Monetário para combater a crise.
"Em 2009, o FMI uniu-se a nós no G20 [grupo das 20 maiores economias do planeta] para enfrentar essa crise e recomendou que os países concedessem estímulos fiscais. Depois houve uma recaída. O Brasil continuou dando estímulos fiscais, mas outros países não deram. O que aconteceu? Os países europeus caíram numa recessão", disse o ministro. "O FMI continuou reclamando, dizendo que os países exageraram no ajuste fiscal. Então me parece absolutamente incoerente o relatório."
De acordo com o ministro, o relatório também não está alinhado com as recomendações do economista-chefe do próprio FMI, o francês Olivier Blanchard. "Acho que esse relatório foi feito por um escalão técnico, que não está afinado com os principais instrumentos do Fundo Monetário. O economista-chefe deles é muito mais afinado com as ideias e os programas que fazemos aqui", criticou Mantega. O ministro lembrou declarações de Blanchard, que disse considerar o Brasil um dos países emergentes mais resistentes à crise e superou melhor as turbulências externas, sem fuga de capital externo.
Divulgado ontem (23), o relatório do FMI critica a política fiscal praticada pelo Brasil. Segundo a publicação, o aumento de gastos tem levado à "erosão" das estruturas fiscais do país e fez o governo recorrer cada vez mais a receitas extraordinárias, como dividendos de estatais, e a manobras contábeis para alcançar a meta fiscal. O Fundo Monetário apoia ainda o aumento dos juros básicos pelo Banco Central e reduziu de 4,25% para 3,5% a previsão de crescimento potencial do país – quanto o país consegue crescer anualmente sem provocar inflação.
Mantega citou ainda a emissão e a troca de US$ 3,2 bilhões de títulos do Tesouro Nacional no exterior, ocorrida ontem (23). Segundo ele, a demanda somou US$ 10 bilhões, o que indica que a confiança dos investidores internacionais em relação à economia brasileira continua elevada.
"A operação [de emissão e de troca de títulos] bem-sucedida. Isso demonstra o grande interesse e a grande confiança que existem no Brasil porque tivemos um grande afluxo de investidores estrangeiros assim que oferecemos o papel", comentou. O ministro, no entanto, não fez uma avaliação sobre o fato de os juros dos papéis terem alcançado os maiores níveis em mais três anos. As taxas de juros também servem como medida do grau de confiança em relação a um país.
Edição: Fábio Massalli
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Dívida Pública Federal teve redução de 0,14% em setembro

Economia



Dívida Pública Federal teve redução de 0,14% em setembro
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-24/divida-publica-federal-teve-reducao-de-014-em-setembro
Oct 24th 2013, 16:14

Stênio Ribeiro

Repórter da Agência Brasil
Brasília – A Dívida Pública Federal (DPF) teve redução nominal de 0,14% no mês de setembro, em relação a agosto, passando de R$ 1,991 trilhão para R$ 1,988 trilhão, resultado do resgate líquido de R$ 13,84 bilhões em papéis da dívida, compensado em parte pela apropriação de R$ 11,02 bilhões em juros, de acordo com números divulgados hoje (24) pelo Tesouro Nacional.
As emissões de títulos públicos corresponderam a R$ 56,02 bilhões no mês, enquanto os resgates alcançaram R$ 69,86 bilhões, o que dá resgate líquido de R$ 13,84 bilhões. Do resgate líquido, R$ 13,51 bilhões correspondem ao da dívida mobiliária interna e R$ 330 milhões, da dívida externa.
O relatório do Tesouro mostra que os ingressos referentes à dívida contratual somaram R$ 45,16 milhões no mês passado, enquanto os resgates da Dívida Pública Federal externa (DPFe) totalizaram R$ 370,29 milhões, dos quais R$ 157,90 milhões referentes a abatimento do principal e R$ 212,40 milhões de pagamento de juros, ágios e encargos.
O resgate de títulos da Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi) totalizou R$ 69,49 bilhões, com destaque para os títulos remunerados por taxas flutuantes, que somaram R$ 67,53 bilhões, equivalentes a 97,18% do total. Já os vencimentos efetivos no mês somaram R$ 67,55 bilhões, dos quais R$ 67,26 bilhões referentes aos vencimentos de Letras Financeiras do Tesouro (LFT).
As emissões do Tesouro Direto (venda de títulos públicos a pessoas físicas pela internet) atingiram R$ 252,15 milhões, enquanto os resgates corresponderam a R$ 108,87 milhões, com emissão líquida de R$ 143,28 milhões. Os títulos mais procurados pelos investidores foram os remunerados por índices de preços, correspondentes a 42,48% do montante vendido.
Edição: Davi Oliveira
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Tesouro Nacional divulga o Relatório Mensal da Dívida Pública referente ao mês de setembro

Economia



Tesouro Nacional divulga o Relatório Mensal da Dívida Pública referente ao mês de setembro
http://agenciabrasil.ebc.com.br/galeria/2013-10-24/tesouro-nacional-divulga-relatorio-mensal-da-divida-publica-referente-ao-mes-de-setembro
Oct 24th 2013, 15:48





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Mantega pede que estados superem divergências e acabem com guerra fiscal

Economia



Mantega pede que estados superem divergências e acabem com guerra fiscal
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-24/mantega-pede-que-estados-superem-divergencias-e-acabem-com-guerra-fiscal
Oct 24th 2013, 13:11

Wellton Máximo

Repórter da Agência Brasil
Brasília – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, pediu que os estados superem as divergências para que o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) convalide os incentivos fiscais em vigor. O fim da guerra fiscal - prática em que as unidades da Federação usam a desoneração de impostos para atrair empresas - é condição necessária para aprovar a reforma do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).
"Quando acaba uma divergência, começa outra. Antes, alguns estados tinham discordâncias que foram resolvidas na última reunião do Confaz, mas outros três estados passaram a apresentar divergências para convalidar os incentivos", comentou o ministro, que participa de sessão temática do Senado que discute o pacto federativo.
Na semana passada, a reunião do Confaz, que reúne os secretários de Fazenda dos 26 estados e do Distrito Federal, terminou sem acordo para convalidar os benefícios fiscais. São Paulo e Amazonas chegaram a um acerto sobre incentivos para informática concedidos pela Zona Franca de Manaus, mas três estados - Santa Catarina, Goiás e Ceará - manifestaram posição contrária para dar prosseguimento com a reforma do ICMS.
O ministro da Fazenda reiterou o pedido de urgência para que os estados superem os impasses e acabem com a guerra fiscal. "Chegamos a um ponto em que há mais perdas do que ganhos com a continuidade da guerra fiscal. A legislação precisa mudar. A aprovação da reforma do ICMS reduz a incerteza jurídica que prejudica os investimentos. O Senado deu um passo importante com o fim da guerra dos portos [que unificou, em 4%, o ICMS interestadual para produtos importados]. Agora, falta fazer o restante", declarou.
Mantega disse ainda não haver espaço fiscal para aumentar a participação de recursos do Orçamento Geral da União no Fundo de Desenvolvimento Regional (FDR), que financiará investimentos nos estados que perderem com o fim da guerra fiscal. "As contas fiscais não aguentam o comprometimento de mais recursos da União. Temos de conciliar desenvolvimento com solidez fiscal e não podemos nos afastar dos parâmetros estabelecidos", declarou o ministro.
Com R$ 296 bilhões disponíveis pelos próximos 20 anos, o FDR financiará projetos de desenvolvimento, principalmente em infraestrutura. O fundo compensará a proibição de novos incentivos fiscais após a reforma do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Em troca, os benefícios atuais precisam ser confirmados pelo Confaz.
Edição: Davi Oliveira
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Número de desempregados em Salvador aumenta 54% em um ano

Economia



Número de desempregados em Salvador aumenta 54% em um ano
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-24/numero-de-desempregados-em-salvador-aumenta-54-em-um-ano
Oct 24th 2013, 13:29

Vitor Abdala

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro – O número de desempregados na região metropolitana de Salvador chegou a 189 mil em setembro deste ano, um crescimento de 54,7% em relação ao mesmo período do ano passado (122 mil). Segundo a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), divulgada hoje (24) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre as seis regiões metropolitanas pesquisadas, apenas Salvador teve alta na taxa de desemprego na comparação de setembro deste ano com o mesmo período do ano passado, enquanto as demais mantiveram estabilidade.
A taxa na região metropolitana da capital baiana vem aumentando desde dezembro de 2012 e chegou a 9,3% em setembro deste ano (a maior do país). Em setembro de 2012, havia sido 6,2%. "Entre setembro de 2012 e setembro de 2013, houve um aumento de mais de 50% no contingente de desocupados na região metropolitana de Salvador. É uma estatística que temos que continuar observando", disse Azeredo.
A pesquisa do IBGE mostra que a taxa de desemprego nas seis regiões metropolitanas brasileiras pesquisadas ficou em 5,4% em setembro. Na média dos nove primeiros meses do ano, a taxa de 5,6% é a menor da série histórica (iniciada em 2003). Em 2012, o índice havia sido 5,7%. "Em termos de taxa de desocupação, 2013 se mostra muito similar ao ano de 2012", disse o coordenador da pesquisa, Cimar Azeredo.
Entre os grupamentos de atividades, os trabalhadores domésticos foram os únicos que tiveram queda na comparação de setembro deste ano com o mesmo período do ano anterior (10,6%). Segundo a PME, houve redução de 164 mil postos de trabalho no serviço doméstico no período.
Por outro lado, os empregos na educação, saúde e administração pública cresceram 3,8% entre setembro de 2012 e setembro deste ano, ou seja, 145 mil postos de trabalho a mais. Todos os demais ramos de atividade mantiveram estabilidade no período. Na comparação de setembro com agosto deste ano, todas as atividades apresentaram número de postos de trabalho estável.
A pesquisa constatou ainda que o rendimento médio real habitual do trabalhador brasileiro aumentou 1% de agosto para setembro deste ano e chegou a R$ 1.908, o maior valor da série histórica.
Edição: Juliana Andrade
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Indicador do nível de atividade da construção civil melhorou em setembro, segundo a CNI

Economia



Indicador do nível de atividade da construção civil melhorou em setembro, segundo a CNI
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-24/indicador-do-nivel-de-atividade-da-construcao-civil-melhorou-em-setembro-segundo-cni
Oct 24th 2013, 11:47

Kelly Oliveira

Repórter da Agência Brasil
Brasília - O indicador do nível de atividade da indústria da construção subiu de agosto para setembro, de acordo com dados divulgados hoje (24) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Segundo a Sondagem Indústria da Construção, o indicador passou de 47 pontos para 49,7 pontos, no período, em uma escala de 0 a 100 pontos. Resultados acima de 50 indicam crescimento da atividade.
A sondagem também mostra que o nível de atividade efetivo em relação ao usual, embora ainda abaixo da linha de 50 pontos, aumentou de 43,5 pontos, em agosto, para 46 pontos em setembro.
Para a CNI, outro ponto positivo da sondagem é que a capacidade de operação aumentou de 69%, em agosto, para 70% em setembro. "Há sinais de uma tendência de melhora, indicando que o período mais negativo do ano já passou e o fim de 2013 pode voltar a mostrar crescimento na indústria da construção", prevê a CNI.
Apesar dessa perspectiva, a sondagem também mostra que, no terceiro trimestre, os empresários do setor continuaram insatisfeitos com os lucros e a situação financeira e enfrentaram dificuldades com o crédito. O indicador de satisfação com a margem de lucro operacional ficou em 46,3 pontos, o de satisfação com a situação financeira alcançou 48,5 pontos, e o de acesso ao crédito, 41,8 pontos. Os valores abaixo de 50 indicam insatisfação com a situação financeira e com a margem de lucro e dificuldade de acesso ao crédito.
Segundo a CNI, os preços dos insumos e das matérias-primas aumentaram no trimestre. O indicador ficou em 60,4 pontos, acima da linha divisória de 50 pontos, o que mostra aumento.
Mas, para os próximos seis meses, há otimismo dos empresários. Segundo a confederação, todos os indicadores de expectativas para os próximos seis meses ficaram acima dos 50 pontos.
Para o nível de atividade nos próximos seis meses, o indicador aumentou de 54,2 pontos, em setembro, para 56 pontos este mês; o de novos empreendimentos e serviços subiu de 53,8 pontos para 55,9 pontos; o de compras de matérias-primas passou de 54,2 pontos para 54,7 pontos e o de evolução do número de empregados evoluiu de 52,8 pontos para 54,6 pontos.
Edição: Talita Cavalcante
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Rendimento médio real do trabalhador chega a R$ 1.908 em setembro, diz IBGE

Economia



Rendimento médio real do trabalhador chega a R$ 1.908 em setembro, diz IBGE
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-24/rendimento-medio-real-do-trabalhador-chega-r-1908-em-setembro-diz-ibge
Oct 24th 2013, 09:36

Vitor Abdala

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro - O rendimento médio real do trabalhador subiu pelo segundo mês consecutivo e chegou a R$ 1.908 em setembro deste ano. O crescimento é 1% em relação a agosto (R$ 1.888,50) e 2,2% na comparação com setembro do ano passado (R$ 1.866,60), segundo dados da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), divulgada hoje (24) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Na comparação com agosto, o maior aumento nos rendimentos foi observado no setor de indústria extrativa, de transformação e distribuição de eletricidade, gás e água (3,2%). Já na comparação com setembro de 2012, o maior ganho foi obtido pelos trabalhadores domésticos (5,1%).
Entre as categorias de emprego, as maiores altas ocorreram entre os empregados do setor privado sem carteira assinada, em ambos os tipos de comparação: 2,5% em relação a agosto e 8,4% em relação a setembro do ano passado.
Edição: Talita Cavalcante
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Receita divulga normas sobre informações de imposto retido na fonte

Economia



Receita divulga normas sobre informações de imposto retido na fonte
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-24/receita-divulga-normas-sobre-informacoes-de-imposto-retido-na-fonte
Oct 24th 2013, 09:41

Kelly Oliveira

Repórter da Agência Brasil
Brasília – A Receita Federal publicou hoje (24) no Diário Oficial da União normas para as empresas enviarem a Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (IRRF). As regras são para as empresas e também pessoas físicas que pagaram ou creditaram rendimentos sobre os quais tenham incidido retenção do Imposto de Renda.
A instrução normativa informa que o programa gerador da declaração, de uso obrigatório por fontes pagadoras, será disponibilizado no site da Receita Federal. Não há informações sobre a data que o programa de 2014, usado para preenchimento e importação de dados, estará disponível. A declaração deverá ser entregue até as 23h59 (horário de Brasília) do dia 28 de fevereiro de 2014.
As fontes pagadoras deverão informar todos os beneficiários de rendimentos que tenham sofrido retenção do imposto, mesmo que em um único mês. Também devem informar beneficiários de trabalho assalariado, se o valor pago em 2013 foi igual ou superior a R$ 25.661,70. Na declaração também deve constar o pagamento por trabalho sem vínculo empregatício, aluguéis e royalties acima de R$ 6 mil, entre outras situações.
Edição: Marcos Chagas
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Taxa de desemprego fica em 5,4% em setembro, diz IBGE

Economia



Taxa de desemprego fica em 5,4% em setembro, diz IBGE
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-24/taxa-de-desemprego-fica-em-54-em-setembro-diz-ibge
Oct 24th 2013, 09:29

Vitor Abdala

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro - A taxa de desemprego ficou em 5,4% em setembro deste ano, maior do que a de agosto (5,3%) e a mesma de setembro de 2012. O dado foi divulgado hoje (24) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na Pesquisa Mensal de Emprego (PME).
A pesquisa mostra que 1,3 milhão de pessoas estavam desocupadas em setembro, mantendo estabilidade em relação a agosto deste ano e a setembro do ano passado. A população ocupada ficou em 23,2 milhões de pessoas, isto é, praticamente o mesmo número do mês anterior e também de setembro de 2012.
O total de trabalhadores com carteira assinada ficou em 11,8 milhões, o mesmo de agosto, e 3,5% maior do que setembro do ano passado, ou seja, mais 399 mil postos de trabalho.
Edição: Talita Cavalcante
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

IPC-S avança em cinco capitais na terceira semana de outubro

Economia



IPC-S avança em cinco capitais na terceira semana de outubro
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-24/ipc-s-avanca-em-cinco-capitais-na-terceira-semana-de-outubro
Oct 24th 2013, 08:42

Vitor Abdala

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro – O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) avançou em cinco das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) entre a segunda e a terceira semana de outubro. As maiores altas foram observadas nas cidades de Salvador, Brasília e do Recife, as três com aumento de 0,12 ponto percentual na taxa.
Em Brasília, a inflação chegou a 0,32%. Em Salvador e no Recife, as taxas ficaram em 0,29% e 0,12%, respectivamente. Também apresentaram altas as cidades de Porto Alegre (0,08 ponto percentual, ao passar de 0,63% para 0,71%) e São Paulo (0,05 ponto percentual, ao passar de 0,49% para 0,54%).
Duas cidades tiveram queda na taxa: o Rio de Janeiro (0,09 ponto percentual, ao passar de 0,56% para 0,47%) e Belo Horizonte (0,02 ponto percentual, ao passar de 0,7% para 0,68%). A média nacional do IPC-S, divulgada ontem (23), aumentou 0,04 ponto percentual e fechou a terceira semana de outubro em 0,49%.
Edição: Graça Adjuto
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92



Explore os canais Ouni

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Carros

Cultura
Famosos
MAXX FM
Música
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade"

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni