Leilão de aeroportos foi positivo mas problemas de infraestrutura persistem

22 de novembro de 2013

Economia



Leilão de aeroportos foi positivo mas problemas de infraestrutura persistem
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-22/leilao-de-aeroportos-foi-positivo-mas-problemas-de-infraestrutura-persistem
Nov 22nd 2013, 19:48

Alana Gandra

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro - O leilão dos aeroportos internacionais Antônio Carlos Jobim/Galeão, no Rio de Janeiro, e Tancredo Neves, em Confins, região metropolitana de Belo Horizonte, que resultou em ágio médio de 253% sobre o valor inicial definido pelo governo federal para as duas unidades, foi considerado positivo pelo professor da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (Ebape), da Fundação Getulio Vargas (FGV), Renaud Barbosa. Ele indicou, porém, que persistem problemas sérios de infraestrutura.
Em entrevista à Agência Brasil, Barbosa avaliou que o resultado do pregão será positivo para o investidor, que terá um retorno muito grande com a exploração dos aeroportos e também para as pessoas que estiverem transitando dentro das unidades. "Só não vai resolver o problema de quem precisa viajar".
Para as pessoas que estiverem nos aeroportos, o leilão trará vantagens, assegurou. "Vai melhorar o chek-in - apresentação do passageiro no balcão da empresa aérea munido de documentos e bagagem -, os serviços vão melhorar, as esteiras rolantes vão melhorar. As conexões entre os terminais vão melhorar. Tudo isso vai melhorar muito, porque o objetivo do concessionário será fazer o máximo de dinheiro".
Ele ressaltou, no entanto, que essas questões não são problemas efetivos. Segundo ele, o desafio reside em melhorar a a infraestrutura de acesso aos aeroportos. "O passageiro quer chegar ao aeroporto e ao destino final. Aí é que o bicho pega", disse. O aeroporto é somente um elemento intermediário. Para que o passageiro chegue ao local é necessário que haja infraestrutura terrestre. Nós não temos".
O professor frisou que o passageiro ainda não conta com uma boa infraestrutura aérea. "A nossa anda deficiente em termos de controle de voo". Por outro lado, é necessário criar novas vias de acesso que permita ao passageira chegar ao Galeão, como obra que viabilizem transportes coletivos como o VLT (Veículo Leve sobre Trilho). No caso específico do Galeão, Barbosa disse que os dois acessos existentes são a Linha Vermelha e a Transcarioca, esta última que só deverá estar concluída em 2014 ou 2015.
Edição: Marcos Chagas
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Claro apresenta maior número de queixas dos usuários em julho

Economia



Claro apresenta maior número de queixas dos usuários em julho
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-22/claro-apresenta-maior-numero-de-queixas-dos-usuarios-em-julho
Nov 22nd 2013, 18:56

Da Agência Brasil
Brasília – A operadora Claro foi a que registrou o maior número de reclamações em julho, com 31 queixas por grupo de mil usuários. A informação foi dada hoje (22), pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), ao divulgar a avaliação trimestral do Plano Nacional de Ação de Melhoria da Prestação do Serviço Móvel Pessoal, de maio a julho de 2013.
As demais operadoras registraram índices de reclamação dentro da meta de dez reclamações: Vivo (10), Oi (9) e Tim (6).
Os principais motivos das reclamações apresentadas contra as operadoras são cobrança, 25%; promoções, 14%; serviços adicionais, 11%; cartão pré-pago, 11%; rede, 11%; atendimento, 7%; área de cobertura, 4%; planos de serviço, 4%; habilitação, 4%.
Segundo a Anatel, as operadoras realizaram até julho, 47% do total de R$ 31,8 bilhões em investimentos para o período de 2012 a 2014, previstos no Plano Nacional de Ação de Melhoria da Prestação do Serviço Móvel Pessoal. A Tim se comprometeu com um valor maior de investimento, R$ 10,8 bilhões, sendo que o valor inicial era R$ 9,5 bilhões.
A Oi já desembolsou 35% em relação ao total previsto de 5,4 bilhões. A Claro se comprometeu em investir R$ 8,2 bilhões, tendo realizado 51% até julho. A Vivo previu investir R$ 7,1 bilhões, e já aplicou 55% do total. O restante do investimento ficou por conta da CTBC (R$ 36 milhões) e da Sercomtel (R$ 10 milhões) que executaram, respectivamente, 70% e 40% do investimento.
O investimento está voltado para o aumento da capacidade das redes de serviços, com a expectativa de uma possível migração de usuários para a rede 3G.
Edição: Lana Cristina
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Moreira Franco acompanha na Bolsa de Valores de São Paulo leilão das concessões dos aeroportos de Confins e Galeão

Economia



Moreira Franco acompanha na Bolsa de Valores de São Paulo leilão das concessões dos aeroportos de Confins e Galeão
http://agenciabrasil.ebc.com.br/galeria/2013-11-22/moreira-franco-acompanha-na-bolsa-de-valores-de-sao-paulo-leilao-das-concessoes-dos-aeroportos-de-con
Nov 22nd 2013, 18:41





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Empresas apostam em receita comercial e aumento de movimento em Confins e no Galeão

Economia



Empresas apostam em receita comercial e aumento de movimento em Confins e no Galeão
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-22/empresas-apostam-em-receita-comercial-e-aumento-de-movimento-em-confins-e-no-galeao
Nov 22nd 2013, 17:17

Daniel Mello

Repórter da Agência Brasil
São Paulo – Os consórcios que arremataram hoje (22) os aeroportos do Galeão e de Confins esperam ter retorno do investimento aumentando a receita comercial e o número de passageiros. Chamaram a atenção os R$ 19 bilhões pagos pelo Consórcio Aeroportos do Futuro para administrar o Galeão, ágio de mais 293% sobre o valor mínimo (R$ 4,82 bilhões).
O terminal deverá agora ser administrado pela operadora comandada pelo grupo brasileiro Odebrecht em parceria com a Changi Aeroports, de Cingapura. Enquanto em Confins, a AeroBrasil ofereceu um ágio de 66,05% sobre o valor mínimo, fechando com R$ 1,82 bilhão.
Segundo o presidente da Odebrecht TransPort, Paulo Cesena, uma das vantagens do Galeão é a localização, que possibilita uma grande expansão das operações. "Há possibilidade de trazer hoje passageiros na casa dos 18 milhões por ano. O próprio governo está projetando até 60 milhões [até 2038] e nós acreditamos que podemos ir muito além disso, na medida em que temos um espaço enorme de crescimento de terminais, a construção de uma nova pista independente", ressaltou em entrevista na Bolsa de Valores de São Paulo, onde ocorreu o leilão. A previsão é que os investimentos no aeroporto sejam cerca de R$ 5 bilhões.
Além do aumento da lucratividade com o número de passageiros, Cesena destacou a importância das atividades comerciais que, na sua avaliação, deverão crescer substancialmente no terminal, a exemplo do que o parceiro desenvolve em Cigapura. "Toda a ideia por trás dos aeroportos que nós fazemos é proporcionar uma experiência mais positiva, relaxante e amigável possível", ressaltou o presidente da Changi Aeroports, Lim Song, sobre como o aeroporto deverá ganhar acessórios que não estão diretamente ligados ao transporte aéreo.
O diretor de Novos Negócios do grupo CCR, Leonardo Viana, explicou que o grupo brasileiro também deverá se aproveitar da experiência dos parceiros alemães e suíços, que administram os terminais de Munique e Zurique, respectivamente, para obter ganhos adicionais em Confins. "A gente vê pelos nossos parceiros operadores que os aeroportos hoje são grandes shoppings, onde você tem muitas oportunidades de gerar receitas comerciais", destacou.
Viana acrescentou que o consórcio também pretende disputar espaço com o Galeão e com Guarulhos (SP) como rota para voos internacionais. "Os mineiros não irão mais viajar pelo Rio e por São Paulo", brincou sobre como será aplicada parte dos R$ 3 bilhões de investimentos previstos para o terminal, que deverá ter uma nova pista até 2020. Além do transporte de passageiros, Confins também deverá ampliar as atividades com cargas.
O presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Marcelo Guaranys, aproveitou a explanação de Viana para destacar como a concessão dos aeroportos para grupos diferentes tende a beneficiar os consumidores. "Acabamos de ver um dos exemplos do que a gente quer: concorrência nos aeroportos, mesmo depois do leilão. Temos agora seis grandes operadoras de aeroportos no Brasil concorrendo para atrair negócios para os seus aeroportos", pontuou.
Juntos, os dois aeroportos movimentam atualmente 14% do total de passageiros do país, 10% da carga e 12% das aeronaves do tráfego aéreo brasileiro. Passam pelo Galeão cerca de 17,5 milhões de passageiros por ano. O prazo de concessão será 25 anos, podendo ser prorrogado uma vez, por cinco anos.
Em relação a Confins o prazo de concessão será 30 anos, também com possibilidade de prorrogação por cinco anos. Atualmente, o movimento é 10,4 milhões de passageiros por ano, e ao fim da concessão, a expectativa é 43 milhões de passageiros utilizando o aeroporto anualmente.
Edição: Marcos Chagas
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

PIB per capita do DF é o dobro de São Paulo e o triplo da média nacional

Economia



PIB per capita do DF é o dobro de São Paulo e o triplo da média nacional
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-22/pib-capita-do-df-e-dobro-de-sao-paulo-e-triplo-da-media-nacional
Nov 22nd 2013, 14:26

Vitor Abdala

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro – O Distrito Federal (DF) teve um Produto Interno Bruto (PIB) per capita de R$ 63.020 em 2011, segundo dados divulgados hoje (22) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O PIB per capita é calculado com base na divisão de todos os bens e serviços produzidos no local pelo tamanho da população.
Segundo o IBGE, o valor é duas vezes maior que o registrado no segundo colocado no ranking nacional, São Paulo, que foi R$ 32.449. O PIB per capita do Distrito Federal é também três vezes maior que a média nacional, de R$ 21.585.
Além de São Paulo e do DF, seis unidades da federação também têm PIB per capita acima da média nacional, sendo dois da Região Sudeste - Rio de Janeiro e Espírito Santo -; três da Sul – Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina -; e um da Centro-Oeste, no caso, o Mato Grosso.
Segundo o pesquisador do IBGE, Frederico Cunha, os estados do Norte e do Nordeste continuam tendo os piores PIBs per capita do país, com destaque para o Piauí (R$ 7.835) e o Maranhão (R$ 7.852). Apesar disso, a diferença entre os melhores e os piores estados têm diminuído. "Em função do crescimento econômico desses estados, tem diminuído a distância", disse Cunha.
Se, em 2002, o PIB per capita do Piauí correspondia a 30% da média nacional, em 2011, o valor tornou-se equivalente a 36%, por exemplo.
Edição: Marcos Chagas
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Aeroportos do Futuro arremata Galeão por R$ 19 bi

Economia



Aeroportos do Futuro arremata Galeão por R$ 19 bi
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-22/aeroportos-do-futuro-arremata-galeao-por-r-19-bi
Nov 22nd 2013, 11:54

Daniel Mello

Repórter da Agência Brasil
São Paulo – O consórcio Aeroportos do Futuro arrematou na manhã de hoje (22) a concessão do Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim/Galeão, no Rio de Janeiro, com um lance de R$ 19 bilhões. Os direitos de ampliação, manutenção e exploração do Aeroporto Tancredo Neves, em Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte foram arrematados pelo consórcio Aerobrasil por R$ 1,82 bilhão. O Galeão recebeu cinco lances na primeira fase do leilão, sendo que a melhor proposta acabou mantida na etapa de lances a viva voz.
Confins recebeu três propostas na etapa de lances por escrito, a maior chegou a R$ 1,4 bilhão, feito pelo mesmo consórcio que acabou vencendo o leilão. As empresas do Aerobrasil tiveram, no entanto, que melhorar a proposta para conseguir arrematar o leilão na disputa em viva-voz.
O consórcio Aliança Atlântica, deu duas novas propostas durante a última fase do leilão, chegando a oferecer R$ 1,8 bilhão pelo aeroporto. O lance mínimo para o terminal mineiro era R$ 1,09 bilhão. Para o Galeão, o lance mínimo era R$ 4,82 bilhões.
Edição: Marcos Chagas
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Setembro registra estabilidade na atividade econômica

Economia



Setembro registra estabilidade na atividade econômica
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-22/setembro-registra-estabilidade-na-atividade-economica
Nov 22nd 2013, 12:19

Da Agência Brasil
São Paulo – Com apenas 0,1% de crescimento em setembro, a atividade econômica divulgada hoje (22), pela empresa de consultoria Serasa Experian ficou praticamente estável em relação ao mês anterior, quando houve aumento de 0,3%. Já na comparação com setembro de 2012, a alta foi 2,5%, mesmo percentual constatado no acumulado deste ano.
O resultado do terceiro trimestre, que corresponde aos meses de julho, agosto e setembro, é de retração de 0,2% sobre o segundo trimestre. Porém, em relação ao mesmo período do ano passado, houve alta de 2,1%.
No quesito oferta agregada, o setor de serviços teve expansão de 0,3%, e contribuiu com a pequena alta da atividade econômica. Já a atividade industrial e o setor agropecuário sofreram baixas de 0,3% e 1,3%, respectivamente.
A demanda agregada registrou contribuições positivas para a atividade econômica oriundas do consumo do governo (0,8%), dos investimentos (0,7%), e do setor externo com alta de 1% nas exportações. Porém, houve recuo de 0,5% nas importações. O consumo das famílias também caiu (0,1%), o que, segundo nota da entidade, neutralizou de forma parcial as contribuições positivas.
De acordo com economistas da Serasa, o desempenho foi fraco em setembro por causa da elevação das taxas de juros, assim como pelo esgotamento da maior safra agrícola concentrada durante o primeiro semestre deste ano, que causou impactos positivos na economia.
Edição: Marcos Chagas
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Leilão de aeroportos tem lances de até R$ 19 bilhões

Economia



Leilão de aeroportos tem lances de até R$ 19 bilhões
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-22/leilao-de-aeroportos-tem-lances-de-ate-r-19-bilhoes
Nov 22nd 2013, 10:50

Daniel Mello

Repórter da Agência Brasil
São Paulo – Acabou agora pouco a etapa de apresentação dos lances escritos no leilão para concessão dos aeroportos internacionais Antônio Carlos Jobim/Galeão, no Rio de Janeiro, e Tancredo Neves, em Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte. Foram feitos cinco lances para os direitos de ampliação, manutenção e exploração do aeroporto carioca e três para o mineiro.
O maior lance para o Galeão foi do consórcio Aeroportos do Futuro, com um valor de outorga de R$ 19 bilhões. O lance mínimo era de R$ 4,82 bilhões. Para Confins, o maior lance foi do consórcio Aerobrasil, R$ 1,4 bilhão. O lance mínimo para o terminal mineiro era de R$ 1,09 bilhão.
As propostas estão sendo verificadas. Os consórcios que tiverem os três melhores lances considerados válidos poderão continuar participando do leilão na etapa de viva voz.
Juntos, os dois aeroportos movimentam 14% do total de passageiros do país, 10% da carga e 12% das aeronaves do tráfego aéreo brasileiro. Atualmente, o Galeão movimenta, por ano, cerca de 17,5 milhões de passageiros. O prazo de concessão será 25 anos, podendo ser prorrogado uma vez, por mais cinco anos. Segundo a Anac, a expectativa é que 60 milhões de passageiros utilizem o aeroporto em 2038, ano em que acaba a concessão.
Em relação a Confins prazo de concessão será 30 anos, também com possibilidade de prorrogação por mais cinco anos. Atualmente, o movimento é 10,4 milhões de passageiros por ano, e ao fim da concessão, a expectativa é 43 milhões de passageiros utilizando o aeroporto anualmente.
Edição: Marcos Chagas
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil






You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Nos últimos dois anos São Paulo perdeu participação na economia

Economia



Nos últimos dois anos São Paulo perdeu participação na economia
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-22/nos-ultimos-dois-anos-sao-paulo-perdeu-participacao-na-economia
Nov 22nd 2013, 10:25

Vitor Abdala

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro – Maior economia do país, São Paulo, perdeu participação em 2011, pelo segundo ano consecutivo. Entre 2009 e 2010, já havia tido uma queda de 33,5% para 33,1% na economia. Em 2011, a participação caiu ainda mais, para 32,6%. O dado da pesquisa Contas Regionais do Brasil foi divulgado hoje (22) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Por outro lado, o Rio de Janeiro, que tem a segunda maior economia do Brasil, teve aumento de 10,8% para 11,2%. Os estados de Minas Gerais (terceira maior economia) e Paraná (quinta) mantiveram sua participação em 9,3% e 5,8%, respectivamente. Mas o Rio Grande do Sul (quarta principal economia) viu sua importância cair de 6,7% para 6,4%.
No ranking das dez principais economias do país, houve trocas de posições apenas entre a sexta e a oitava colocações. Santa Catarina, que era a sétima maior economia do país em 2010, passou a ser a sexta em 2011, já que sua participação subiu de 4% para 4,1%.
A sexta colocada de 2010, Bahia, passou para a oitava posição em 2011, ao registrar uma queda na economia nacional de 4,1% para 3,9%. Enquanto o Distrito Federal passou da oitava para a sétima posição, mantendo sua participação em 4%.
As 22 menores economias do país tiveram aumento de 34,3% para 34,8%, com destaque para o Espírito Santo (que subiu de 2,2% para 2,4%).
Edição: Marcos Chagas
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Centro-Oeste e Norte aumentam participação no PIB brasileiro

Economia



Centro-Oeste e Norte aumentam participação no PIB brasileiro
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-22/centro-oeste-e-norte-aumentam-participacao-no-pib-brasileiro
Nov 22nd 2013, 10:16

Vitor Abdala

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro – As regiões Centro-Oeste e Norte aumentaram a participação no Produto Interno Bruto (PIB) nacional, que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, entre 2010 e 2011. De acordo com a pesquisa Contas Regionais do Brasil, divulgada hoje (22), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a participação do Centro-Oeste cresceu de 9,3% para 9,6% em apenas um ano. Em 2006, a participação da região no PIB nacional era de apenas 8,7%.
Já a Região Norte passou de 5,3% para 5,4% entre 2010 e 2011. Em 2006, o PIB regional respondia por 5,1% da economia nacional. O Sudeste manteve sua participação em 55,4% em 2010 e 2011. Mas se for feita uma análise dos cinco anos anteriores, a região teve uma queda, já que em 2006 a economia regional era responsável por 56,8% do total do país.
As regiões Sul e Nordeste tiveram queda na participação. O Sul recuou de 16,5% em 2010 para 16,2% em 2011, enquanto o Nordeste caiu de 13,5% para 13,4%.
Edição: Agência Brasil
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92



Explore os canais Ouni

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Carros

Cultura
Famosos
MAXX FM
Música
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade"

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni