Ibram reconhece Museu da Humanidade no Rio

13 de janeiro de 2014

Economia



Ibram reconhece Museu da Humanidade no Rio
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-13/ibram-reconhece-museu-da-humanidade-no-rio
Jan 13th 2014, 20:55

Flávia Villela

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro – O Rio de Janeiro ganhou hoje (13) mais um museu oficial, reconhecido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o Museu da Humanidade, do Instituto de Pesquisa e Arqueologia do Rio de Janeiro (Ipharj). Criado em 2002, o espaço fica no bairro de Anchieta, na zona norte da cidade, tem 2,4 mil metros quadrados e funciona às sextas-feiras e aos domingos, das 10h às 17h, com visita marcada pelos telefones (21) 3358-0809 e 3358-4908.
Idealizador do espaço, o arqueólogo Cláudio Prado de Mello explica que o prédio do museu reproduz com exatidão o estilo islâmico da dinastia mameluca (1.250DC e 1.517DC), no Oriente Médio. "É um prédio complexo e incomum. É uma recriação desse estilo específico da idade média, extremamente belo, pujante e suntuoso. Temos o uso extensivo de mármores desde os pisos aos tetos", disse. "Foi um desafio. Demoramos cerca de 35 anos para reunir o acervo, que é muito rico, tanto do Brasil quanto de outros países. Para nós, da instituição, é uma satisfação enorme poder contribuir para o conhecimento coletivo e poder dividir tudo o que reunimos nestes anos todos".
Com abordagem eclética, as exposições incluem coleções de cerâmica, tecelagem, lamparinas e documentos escritos com exemplares de vários períodos históricos. "Como um museu da humanidade, temos a preocupação de mostrar o desenvolvimento dessas artes passando por diversas culturas do mundo, desde a formação do planeta até o século 19", explica o arqueólogo. "É um acervo realmente muito extenso e bonito".
Dentre as relíquias pertencentes ao acervo, Mello ressalta anotações da esposa do pintor germânico renascentista Lucas Cranach (1473-1553), descobertas em capas de livros do período. "Naquela época, como não tinham muito papel disponível, pois era um produto caro, quando faziam as capas de livros aproveitavam as cartas de correspondência que viravam lixo e colavam uma na outra com cola de farinha até virar papel grosso", diz o arqueólogo. "Estudiosos conseguiram descobrir essas cartas retirando essa cola de farinha".

Edição: Fábio Massalli
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Agronegócio encerra 2013 com superávit de US$ 82,91 bilhões

Economia



Agronegócio encerra 2013 com superávit de US$ 82,91 bilhões
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-13/agronegocio-encerra-2013-com-superavit-de-us-8291-bilhoes
Jan 13th 2014, 19:25

Mariana Branco

Repórter da Agência Brasil
Brasília – A balança comercial do agronegócio encerrou 2013 com superávit de US$ 82,91 bilhões. O principal setor exportador foi o complexo soja (óleo, farelo e grão), responsável por US$ 30,96 bilhões em vendas externas, o equivalente a 31% das exportações do agronegócio. Os dados foram divulgados hoje (13) pelo Ministério da Agricultura. As exportações subiram 4,3% e alcançaram US$ 99,97 bilhões. As importações cresceram 4%, atingindo US$ 17,06 bilhões.
Além da soja, destacou-se a carne. As vendas externas subiram de US$ 15,74 bilhões em 2012 para US$ 16,8 bilhões no ano passado, incremento de 6,8%. As exportações do setor sucroalcooleiro ficaram em terceiro lugar entre as que mais trouxeram divisas, com ingresso financeiro de US$ 13,72 bilhões.
Para 2014, a previsão é de queda de preço para alguns produtos cotados no mercado internacional, em função da oferta elevada. Entre eles, milho e a soja em grão. Caso isso ocorra, o resultado de 2014 deve ser inferior ao do ano passado.
Do lado das importações, houve aumento de 4% nas compras do Brasil de produtos agrícolas no exterior. Foram gastos US$ 17 bilhões. O trigo foi o principal produto adquirido lá fora, com gastos de US$ 2,42 bilhões, 37,2% a mais do que no ano passado. A quebra da safra do cereal no Brasil e em outros países, com risco de desabastecimento, contribuiu para a alta das compras.


Edição: Beto Coura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Paraguai busca ampliar investimentos brasileiros

Economia



Paraguai busca ampliar investimentos brasileiros
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-13/paraguai-busca-ampliar-investimentos-brasileiros
Jan 13th 2014, 18:38

Mariana Branco

Repórter da Agência Brasil
Brasília – O Paraguai busca a ampliação dos investimentos brasileiros. O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, reuniu-se hoje (13) em Assunção com o ministro paraguaio da Indústria e Comércio, Gustavo Leite, e com o ministro das Relações Exteriores, Eladio Loizaga. Entre outras questões, foi discutido o envio de missões paraguaias ao Brasil em 2014 para apresentar o vizinho a investidores brasileiros.
As empresas nacionais teriam facilidades no Paraguai, pois poderiam contar com financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A visita oficial de Pimentel, durante a qual foi discutido o estreitamento da relação econômica entre os dois países, faz parte de uma rodada de encontros com autoridades do Mercosul, com o objetivo de preparar a participação brasileira na Reunião de Cúpula do Bloco, que será em Caracas, na Venezuela, no dia 31 de janeiro. O ministro já esteve em Caracas, em Montevidéu, no Uruguai; e em Buenos Aires, na Argentina.
Também nesta segunda-feira foi renovado um acordo de cooperação técnica entre o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e o Instituto Nacional de Tecnologia, Normalização e Metrologia (INTM), equivalente paraguaio. Os presidentes dos institutos assinaram documento que prevê troca de conhecimento.
De acordo com informações do governo brasileiro, nos últimos dez anos, o comércio entre Brasil e Paraguai aumentou de US$ 1,18 bilhão para US$ 4,02 bilhões. Em 2013, o Brasil vendeu US$ 2,75 bilhões ao país vizinho e importou US$ 964 milhões. Os principais produtos vendidos pelo Brasil são adubos e fertilizantes, óleo diesel e máquinas agrícolas. Os paraguaios exportam para o Brasil trigo, milho, soja, carnes e arroz.


Edição: Carolina Pimentel
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Lentidão no processo de exames de patentes e marcas prejudica pequenas empresas

Economia



Lentidão no processo de exames de patentes e marcas prejudica pequenas empresas
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-13/lentidao-no-processo-de-exames-de-patentes-e-marcas-prejudica-pequenas-empresas
Jan 13th 2014, 19:03



Alana Gandra

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro – O segmento econômico das pequenas empresas do Brasil é um dos que mais sofrem com a lentidão no processo de exames de patentes e marcas no país. De acordo com a gerente de Desenvolvimento e Inovação da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), Ana Carolina Arroio, não há vantagem da proteção de marcas e patentes para o setor "porque o processo [de exame dos pedidos) é moroso, é lerdo. Quando elas entram com o pedido, demora cinco a oito anos para conseguir o registro. Quando elas conseguem a patente, a tecnologia, praticamente, já expirou", disse à Agência Brasil.
Ana Carolina declarou ainda que esse segmento conhece pouco as vantagens de proteger sua marca ou invenção. Por isso, considera importante que o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi) dê maior divulgação às vantagens da proteção da propriedade intelectual, sobretudo para as micro e pequenas empresas.
A gerente da Firjan concordou com o novo presidente do Inpi, Otávio Brandelli, que acha importante ter pessoal qualificado e concursado "para dar agilidade" ao processo de análise de pedidos de registros de propriedade intelectual no órgão, vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. "É um dos caminhos", indicou.
Ela ressaltou ainda a necessidade de se resgatar outra proposta que vai na direção de tornar mais rápido o processo de patentes e marcas, que são as rotas tecnológicas aceleradas. Isso, segundo Ana Carolina, poderia ser aplicado para tecnologias estratégicas. "Por exemplo, patentes verdes, para tecnologias alternativas nas áreas de conservação de energia, transportes. Seria bem interessante".
Destacou que, no estado do Rio de Janeiro, um dos setores em que essas rotas mais aceleradas seriam bem-vindas para o exame de patentes é o químico. "Os pedidos de patentes serem analisados com mais celeridade contribuiria muito para [o desenvolvimento da] a indústria".
Ana Carolina concordou também com Brandelli que faltam profissionais qualificados no mercado brasileiro para fazer o exame dos pedidos de registro depositados, bem como existe uma defasagem em termos de salários em comparação a outras categorias. "É um trabalho que demanda muita competência", disse.
Ela relatou que em países como a Coreia do Sul, em cerca de três meses um registro é concedido. "É muito rápido, porque tudo pode ser patenteado. Aqui [no Brasil], não. Realmente, tem um trabalho mais denso de busca. O examinador é uma pessoa altamente qualificada". Por isso, confirmou que há uma falta de preparo no Brasil para essa especialidade.

Edição: Aécio Amado
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Balança comercial registra déficit de US$ 574 milhões no início do ano

Economia



Balança comercial registra déficit de US$ 574 milhões no início do ano
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-13/balanca-comercial-registra-deficit-de-us-574-milhoes-no-inicio-do-ano
Jan 13th 2014, 16:27

Mariana Branco

Repórter da Agência Brasil
Brasília – A balança comercial brasileira abriu o ano com déficit (exportações menores que importações) de US$ 574 milhões. O valor refere-se ao período de 1° a 12 de janeiro, e resulta de US$ 5,069 bilhões em exportações e US$ 5,643 bilhões em importações. Os dados foram divulgados hoje (13) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.



A média diária das exportações, que corresponde ao volume financeiro vendido por dia útil, caiu 0,2% na comparação com janeiro de 2013 e 27,1% na comparação com dezembro. Ante janeiro do ano passado, caíram as vendas de industrializados (7,5%), mas cresceram as de produtos básicos (3,3%) e semimanufaturados (4,9%). Já na comparação com o último mês, houve recuo nas exportações das três categorias de produtos.
Do lado das importações, houve recuo de 11,4% em relação a janeiro de 2013, com destaque para combustíveis e lubrificantes, com queda de 71,7%; leite e derivados, baixa de 38%; e aeronaves e peças, redução de 23,8%. Ante dezembro, houve queda de 6,9% das compras do Brasil no exterior, puxada por combustíveis e lubrificantes (65,6%), aeronaves e peças (36,1%) e adubos e fertilizantes (21,7%).


Edição: Carolina Pimentel
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Clientes da Caixa podem requerer saldo de contas encerradas pelo banco

Economia



Clientes da Caixa podem requerer saldo de contas encerradas pelo banco
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-13/clientes-da-caixa-podem-requerer-saldo-de-contas-encerradas-pelo-banco
Jan 13th 2014, 10:43

Da Agência Brasil
Brasília – Os clientes da Caixa Econômica Federal que tiveram suas contas de poupança encerradas têm direito ao saldo existente, a qualquer tempo, após regularização, informou o Banco Central (BC) nesse domingo (12).
O banco promoveu uma varredura entre 2005 e 2011 para identificar contas de titulares com irregularidades no CPF ou no CNPJ. Segundo o banco, 346 mil contas foram regularizadas depois que os clientes foram contatados por correspondência ou por telefone, mas os correntistas que não se manifestaram tiveram a conta encerrada em 2012.
Ao todo, 496.776 contas foram encerradas. O encerramento, destacou nota da Caixa, ocorreu conforme as regras determinadas pelo Banco Central (BC) e pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), sem nenhuma ilegalidade.
O banco, no entanto, admitiu divergências em relação a contabilização dos R$ 719 milhões que estavam nas contas encerradas. Os recursos foram registrados como receitas operacionais, o que elevou o lucro líquido da Caixa em R$ 420 milhões no balanço de 2012 depois do pagamento de tributos.
De acordo com a Caixa, o registro dos recursos das contas encerradas foi aprovado por auditorias independentes, mas foi contestado pela Controladoria-Geral da União (CGU). O órgão fez uma consulta ao BC, que determinou que o saldo das contas inativas não fosse computado como receita. Segundo a instituição financeira, o ajuste aparecerá no balanço de 2013, como diminuição do lucro em R$ 420 milhões.
Reportagem da revista Isto É informava que a Caixa tinha encerrado ilegalmente as contas com irregularidades no CPF ou no CNPJ, confiscado os recursos da caderneta de poupança e usado o dinheiro para inflar os lucros em 2012. Segundo o banco, o recadastramento ocorreu para combater fraudes, evitar danos à credibilidade da caderneta de poupança e cumprir as regras estabelecidas pelo Conselho Monetário Nacional.
Segundo o BC, "não há qualquer prejuízo para correntistas e poupadores da instituição e, portanto, não há que se falar em confisco, termo usado indevidamente pela publicação". "Diferentemente do que afirmou a revista, a motivação para encerramento das contas não foi falta de movimentação ou de saldo, mas irregularidades cadastrais".



O BC disse ainda que "a Caixa Econômica Federal está providenciando a regularização de alguns dos procedimentos internos utilizados no encerramento de contas irregulares, bem como ajustes contábeis no seu balanço".

Edição: Denise Griesinger

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Economia deve crescer quase 2% este ano, estimam instituições financeiras

Economia



Economia deve crescer quase 2% este ano, estimam instituições financeiras
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-13/economia-deve-crescer-quase-2-este-ano-estimam-instituicoes-financeiras
Jan 13th 2014, 09:40

Kelly Oliveira

Repórter da Agência Brasil
Brasília - Instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) projetam crescimento de 1,99% do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, este ano. A estimativa anterior para o crescimento da economia era 1,95%. Para 2015, houve ajuste na projeção de crescimento de 2,50% para 2,48%.
A estimativa para a expansão da produção industrial foi mantida em 2,2%, este ano, e ajustada de 2,89% para 3%, em 2015.
A projeção das instituições financeiras para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB passou de 35% para 34,95%, em 2014, e segue m 35%, em 2015.
Ainda de acordo com a pesquisa do BC a instituições financeiras, a previsão para o superávit comercial (exportações menos importações) subiu de US$ 8 bilhões para US$ 8,25 bilhões, este ano. Para 2015, a previsão segue em US$ 12 bilhões.
A estimativa para o saldo negativo em transações correntes (registro das transações de compra e venda de mercadorias e serviços do Brasil com o exterior) foi ajustada de US$ 71,3 bilhões para US$ 71,6 bilhões, este ano, e mantida em US$ 71,1 bilhões, em 2015. A projeção para a cotação do dólar continua R$ 2,45, este ano, e foi ajustada de R$ 2,45 para R$ 2,47, em 2015.
A expectativa para o investimento estrangeiro direto (recursos que vão para o setor produtivo do país) foi mantida em US$ 60 bilhões, este ano. Para 2015, a projeção passou de US$ 60 bilhões para US$ 59 bilhões.
Edição: Talita Cavalcante
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92

Selic deve subir 0,25 ponto percentual na reunião do Copom esta semana

Economia



Selic deve subir 0,25 ponto percentual na reunião do Copom esta semana
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-13/selic-deve-subir-025-ponto-percentual-na-reuniao-do-copom-esta-semana
Jan 13th 2014, 09:08

Kelly Oliveira

Repórter da Agência Brasil
Brasília – A taxa básica de juros, a Selic, deve subir 0,25 ponto percentual na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), marcada para amanhã e quarta-feira (15). A expectativa é de instituições financeiras consultadas semanalmente pelo BC.
Na reunião de fevereiro, deve ocorrer novo ajuste de 0,25 ponto percentual, com expectativa de manutenção da Selic em 10,5% ao ano até o final de 2014. Para 2015, as instituições financeiras consultadas pelo BC esperam nova alta da Selic que deve encerrar o período em 11,5% ao ano, contra 11,25% ao ano previstos na semana passada.
A Selic é usada para influenciar a atividade econômica e, por consequência, a inflação. Quando o Copom aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida e isso gera reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.
No ano passado, devido à alta da inflação, o BC elevou a Selic em 2,75 pontos percentuais. A taxa encerrou 2013 em 10% ao ano. Mesmo assim, a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) encerrou o ano em 5,91%.
O presidente do BC, Alexandre Tombini, admitiu, na última sexta-feira (10), que a inflação encerrou 2013 com resistência ligeiramente acima daquela que se antecipava. O BC esperava que a inflação em 2014 ficasse abaixo da de 2012 (5,84%).
Para este ano, as instituições financeiras esperam que a inflação continue em trajetória de alta. A projeção para o IPCA passou de 5,97% para 6%. Em 2015, a previsão foi mantida em 5,5%.
Tanto as estimativas para este ano e 2015 quanto o resultado de 2013 estão distantes do centro da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC (4,5%). Mas estão abaixo do limite superior, que é 6,5%.
Edição: Carolina Pimentel

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/pnn/jxDP92



Explore os canais Ouni

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Carros

Cultura
Famosos
MAXX FM
Música
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade"

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni